Notícias

Deputado Sergio Zveiter repudia acusação de colega sobre apologia ao nazismo

14.07.2017

O deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), relator na CCJ da Câmara da denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer, repudiou nesta quinta-feira a declaração do vice-líder do governo, Darcísio Perondi (PMDB-RS), que o acusou de ter feito “apologia ao nazismo” em seu parecer pela admissibilidade da denúncia contra o presidente da República. Zveiter, que é judeu, classificou a declaração como um “ato vil, intencional e criminoso”.

“A ousadia do relator servir à Procuradoria, dizer que em dúvida é pela sociedade, não para o réu. Vamos rasgar o Código Penal. Isso é apologia do nazismo, do fascismo. Mussolini fez mal. Hitler fez mal com essa política. Triste o comportamento do parlamentar”, afirmou Perondi, na ocasião.

Nesta quinta, antes de iniciar sua fala na CCJ sobre o relatório, Zveiter pediu tempo para falar sobre um assunto de caráter pessoal.

“Depois que fui nomeado (relator), fui agredido verbalmente por vários colegas, que obviamente não tiveram coragem de fazer pessoalmente”, disse. “Fui chamado de traidor, vagabundo, burro e imbecil”, completou.

Zveiter começou, então, a falar do colega de partido Perondi. “Ontem [quarta], na sessão da CCJ, o deputado Darcísio Perondi acusou-me, num ato vil intencional e ardiloso, de ter feito apologia ao nazismo… Essa imputação já é indigna contra qualquer pessoa, mas especialmente quando dirigida contra alguém da comunidade que sofre com a morte de 6 milhões de pessoas vítimas desses crimes”, afirmou o parlamentar.

“Relevei insultos de parlamentares que me hostilizaram (…). No entanto, jamais me curvarei a alguém quando a ofensa rogada contra mim for uma atrocidade racista alusiva à minha religião, ainda que dissimulada através de um jogo de palavras. Sou o único judeu no exercício de mandato na Câmara, o que torna mais afrontosa a difamação”, disse Zveiter.

À noite, a Confederação Israelita do Brasil (Conib) divulgou nota na qual diz repudiar as referências ao nazismo na fala de Perondi. “É lamentável que, no âmbito do debate político, se recorra a este tipo de analogia indevida e justamente para atingir um integrante de nossa comunidade”, afirmou o presidente da entidade, Fernando Lottenberg.

Nota da CONIB na íntegra

O deputado federal Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), único membro da comunidade judaica no exercício do mandato na Câmara dos Deputados, tem razão em repelir de forma enérgica e indignada a tentativa de usar comparações com o nazismo para atacar seu relatório na Comissão de Constituição e Justiça daquela Casa.

A Conib lamenta e rechaça qualquer comparação da situação política atual no Brasil com o regime nazista. Aquele foi o período mais sombrio da história humana, no qual o povo judeu e outras minorias foram exterminados em escala industrial no coração da Europa.

Não há comparação possível com o que vemos na crise atual. Com todas as dificuldades, a democracia vigora em nosso país, os poderes exercem suas prerrogativas, e a imprensa é livre.

Para Fernando Lottenberg, presidente da Conib, “é lamentável que, no âmbito do debate político, se recorra a este tipo de analogia indevida e justamente para atingir um integrante de nossa comunidade.”

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019