Notícias

Solenidade marca entrega das obras de restauro do Cemitério de Philippson, patrimônio cultural do RS

09.05.2016

Um dos mais importantes patrimônios da comunidade judaica no Rio Grande do Sul acaba de ser revitalizado. A obra de restauro do cemitério Israelita de Philippson, no município de Itaara – próximo a Santa Maria, será entregue em solenidade para a comunidade e autoridades no dia 19 de maio.

“A colônia Philippson representa o berço da primeira imigração judaica organizada no país, em 1904 pela Jewish Colonization Association, oriundos da Bessarabia, (Polônia, Romênia e Ucrânia), hoje Moldávia. O cemitério é a testemunha material desse processo como bem arquitetônico permanente”, destaca o presidente da Sociedade Beneficente Israelita de Santa Maria e coordenador do projeto, Sergio Klinow Carvalho.

Tombado pela Secretaria de Cultura do Estado como Patrimônio Cultural, o cemitério recebeu a consolidação e restauração dos muros; restauração e adequação do portal de entrada; remoção do piso; reintrodução de grama; instalação de novos passeios de pedras; drenagem do terreno; restauração, consolidação e limpeza dos túmulos; e instalação de bancada com mapeamento dos túmulos. As ornamentações existentes nos túmulos também foram restauradas.

O objetivo é preservar a memória da comunidade judaica no Brasil e no mundo, e a história da imigração no Estado e no País. “É um momento histórico e cultural, que faz parte das raízes da comunidade judaica e povo gaúcho”.

   A partir da solenidade de entrega, o local estará aberto a visitações, mediante agendamento prévio e autorização dos administradores do local, necessitando a identificação dos visitantes (RG/CPF e contato) e objetivo da visita, através do e-mail contato@sbism.com.br.

A iniciativa foi da SBISM (Soc. Beneficente Israelita de Santa Maria), com o apoio do IPHAE-RS (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado), da FIRS (Federação Israelita do RS), da Sra. Alegria Steinbruch (proprietária da Fazenda Philippson, onde se localiza o cemitério), do Instituo Cultural Judaico Marc Chagall de Porto Alegre, das prefeituras de Santa Maria e Itaara, e gestão cultural e administrativa da Lahtu Sensu Administração Cultural. O projeto paisagístico de consolidação dos muros e portal é da arq. Berenice Pinto da Costa – Parnaso Arquitetura, o projeto de restauração dos túmulos da Ms. Gessônia Carrasco – Arco.it. A empresa que executou as obras é a BK Engenharia de Santa Maria. Os recursos que viabilizaram o projeto foram captados pela SBISM junto à comunidade judaica e em especial de famílias que mantém suas origens brasileiras em Philippson.

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019