Notícias

Raul Pont diz na FIRS que quer poder público protagonista na economia da Capital

18.08.2016

Uma gestão que aposta e estimula a atividade econômica, abrindo oportunidades para a economia solidária e criativa. Assim Raul Pont pensa em administrar a prefeitura da Capital, caso seja eleito. O candidato pelo PT participou de café da manhã na sede da Federação Israelita, nesta quarta-feira, 17/08.

Pont usou as cervejarias artesanais como exemplo de economia criativa que pode ser incentivada pela administração municipal. “Esse é papel da prefeitura, estimular negócios. Ser protagonista neste processo”. Para ele, qualquer candidato terá dificuldades em função do orçamento apertado, mas acredita que é possível criar novas soluções. Neste ponto, Wremyr Scliar, concordou que é preciso criatividade para superar “a ideia de que não se pode fazer nada porque não tem da onde tirar”.

Pont defendeu ainda o setor da construção civil que, na sua avaliação, além de estimulador de outros segmentos da economia, tem um caráter social ao proporcionar moradia e dignidade para pessoas de baixa renda, assim como a atividade industrial como indutor da geração de empregos. “A indústria não pode ser abandonada porque a sociedade ainda não inventou nada melhor para gerar empregos”.

Quando questionado sobre a relação do Partido dos Trabalhadores com a comunidade judaica, afirmou que quer a participação de todos na sua administração, sem distinção. Lembrou a Festa das Nações, evento que era promovido em Porto Alegre e que reunia todas as comunidades em um grande momento festivo, como exemplo de atividade para incentivar a união. “É preciso estimular encontros dessa natureza para promover a congregação entre todos”. Neste ponto, ele defendeu o processo democrático e a participação de toda a sociedade na gestão e implementação de melhorias para a cidade. “Não consigo imaginar governo sem projeto coletivo”.

Questionado sobre como avalia o conflito no Oriente Médio, ele se mostrou favorável à criação do estado Palestino, com uma resolução baseada na racionalidade. “Não vejo saída senão a coexistência pacífica, através de um diálogo movido pela razão. Governos devem ter capacidade de construir diálogos”.

Raul Pont é um crítico da interferência religiosa na política. Para ele, a influência da religião na política é um desastre, porque leva a debates movidos por emoções e sentimos. “Quando entramos nesta esfera não tem conversa”. Ele é um defensor de um estado laico.

O presidente da FIRS, Zalmir Chwartzmann, criticou a postura do PT, ao longo dos últimos anos, com Israel. “Achamos que o PT foi hostil com o Estado de Israel e é preciso dizer do nosso sentimento com relação a isso, já que aqui a Federação Israelita é uma espécie de representante do país”.

No âmbito nacional, o deputado Federal Henrique Fontana, que acompanhava o candidato, fez uma mea culpa pelo partido afirmando que o maior erro do PT foi não ter promovido a necessária reforma política do país, quando havia ambiente político para isso. “Nosso maior erro foi não ter jogado todas as fichas para alterar a história da política”.

Confira as fotos do encontro.

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019