Notícias

Professor Jacques A. Wainberg lança novo livro sobre terrorismo

26.11.2015

‘Revolucionários, Mártires e Terroristas: A utopia e suas consequências’, publicada pela Editora Paulus, já está venda nas livrarias

O livro tem como objetivo analisar o que tem ocorrido a milhares de jovens em boa parte do mundo, desde as décadas de 1960 e 70, e que volta a ocorrer no século XXI, nas ações de grupos salafistas que atacam e matam pela ressurreição do califado. Esses militantes islâmicos costumam afirmar que os “os muçulmanos são os únicos que lutam [agora] contra o sistema”. No Ocidente, já não existem Panteras Vermelhas, nem guerrilhas, nem insurreições populares animadas pela utopia comunista. Dessa tradição rebelde restou certamente agora o combate internacional à globalização. Mas a guerra assimétrica animada pelas ideias redencionistas do fundamentalismo islâmico é a que assumiu a herança da violência armada dos grupos que nos anos 1960 lutavam não em nome de Alá, ou da umma (a comunidade islâmica mundial), mas do proletariado. Essa incongruência entre o sonhado e o existente tem atraído muitos conversos ao salafismo. O fato tem sido explicado com argumentos que incluem a alienação, a marginalidade social e um desconforto insuportável que esses jovens sentem vivendo numa sociedade cuja máxima é o laissez-faire. Corre o argumento de que os grupos salafistas oferecem a eles uma sensação neotribal de pertencimento, de identidade e de disciplina rígida, que lhes serve de antídoto à vitimização.

Sobre o autor

Com grande experiência internacional, Jacques Wainberg possui um caso de amor com os estudos e um currículo respeitável. É formado em História pela PUCRS, possui graduação em jornalismo pela Universidade da Flórida, mestrado na University of South Caroline e doutorado em Ciências da Comunicação pela USP em 1996. Não sendo o bastante, ainda completou seu pós-doutorado na Universidade do Texas. Sua vocação pela docência vem de longa data: desde os tempos do colegial, quando ainda estudava no Israelita, em Porto Alegre. Seus professores foram os primeiros a incentivá-lo e, enquanto cursava o terceiro ano do ensino médio, já dava aulas para os alunos da oitava série de seu colégio. Iniciou na imprensa em 1975 no jornal Hoje, um extinto vespertino lançado pela Zero Hora. Na Famecos(PUCRS), estreou como professor em março de 1985. Hoje, Jacques leciona na graduação e no programa de pós-graduação, onde é responsável pela disciplina História da Comunicação e Paradigmas Teóricos. É um pesquisador perspicaz e um jornalista experiente.

Livro jacques

Revolucinários, mártires e terroristas: a utopia e suas consequências

Editora Paulus, 392 pág

Preço: R$42,00

Você pode comprar por aqui.

 

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019