Notícias

População Feminina do estado do Espirito Santo receberá treinos gratuitos de Krav Magá

03.03.2017

A Federação Sul Americana de Krav Maga vai oferecer treinamento gratuito de defesa pessoal israelense para mulheres em Vitória e Vila Velha, nos dias 11 e 12 de março. Podem participar mulheres maiores de 14 anos, independentemente de preparo físico ou de habilidade para artes marciais ou esportes.

Em Vitória, os treinamentos vão acontecer no dia 11, às 8h30, na Academia Vitória Sports (Av. Rio Branco, 1517, Praia do Canto). Em Vila Velha, a ação será no dia 12 de março, às 9h, na academia Villa Fight (Avenida Luciano das Neves, 389, Centro/Prainha).

Para participar, é necessário cadastramento pelo e-mail: infoes@kravmaga.com.br.

O treinamento também é oferecido em outros estados. Para este ano, a Federação espera mais de 10 mil mulheres em mais de 90 pontos de treinamento em todo o país.

“Nosso objetivo é que as mulheres percebam que elas podem se prevenir contra a violência, mudando a forma com que elas lidam com o medo e com sua autoestima”, afirma o israelense Grão-Mestre Kobi Lichtenstein, introdutor do Krav Maga no Brasil e fundador da FSAKM.

Krav Maga

Desenvolvido em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, o Krav Maga não é uma arte marcial e sim a única modalidade reconhecida mundialmente como arte de defesa pessoal. Foi criado para que, a partir do treinamento adequado, qualquer pessoa – independentemente de sua idade, sexo ou forma física – possa se defender de um ou mais agressores, armados ou não, usando técnicas simples e eficazes.

Grão Mestre Kobi explica que, com a violência crescente nas ruas ou mesmo dentro de casa, as mulheres precisam estar preparadas para se proteger e para proteger seus filhos. “O treinamento de Krav Maga dá a essa mulher a condição psicológica e física para que ela vença o medo e seja ativa no combate à violência, nem que seja por meio da denúncia”, afirma Grão Mestre Kobi.

Segundo a Federação, hoje, 30% dos praticantes de Krav Maga em todo o Brasil são mulheres e há um esforço da FSAKM para mostrar ao público feminino que a prática do Krav Maga se difere dos esportes de luta.

Trata-se de um modo de melhorar a percepção, de adquirir um comportamento mais atento nas ruas, em locais públicos ou mesmo em casa, quando há uma situação de risco com um parceiro agressor, por exemplo.

Por meio dos treinos, as mulheres aprendem a superar obstáculos físicos e mentais, adquirem coragem e confiança em si mesmas, equilíbrio emocional, mudam a postura frente à vida, a si próprias e ao seu oponente.

 

Fonte: G1

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019