Blogs

Wremyr Scliar

Professor de Direito Administrativo (PUCRS), Doutor, Mestre e Especialista em direito.Conselheiro substituto emérito aposentado do Tribunal de Contas - RS. Comenda Oswaldo Vergara - OAB RS. Primeiro diretor da Escola de Gestão e Controle do Tribunal de Contas - RS.

Moacyr Scliar, irmão de todos

29.03.2016

Moacyr Scliar nasceu em 23 de março  de 1937, na centenária  Beneficência  Portuguesa.

Estaria completando aniversário neste mês.

Seu último  livro se intitula EU VOS ABRAÇO,  MILHÕES, um curto romance de fundo histórico que mescla história contemporânea do Brasil com as aventuras de um jovem camponês gaúcho  que viaja ao Rio à  procura do líder comunista e intelectual  Astrogildo Pereira.

Por ironia, trabalha como peão de obra na construção  da estátua do Cristo no Corcovado.

Suas frustrações  políticas  e pessoais são  as mesmas frustrações  de uma geração que dedica sua juventude e esforços  ao processo revolucionário  para a construção de uma sociedade socialista (como Moacyr) e não assiste a sua concretização.

O título do livro é  emprestado do poema Ode à Alegria,  de Schiller, utilizado por Beethoven como letra do  movimento coral na quarta e final parte da Nona Sinfonia. Uma ode à crença

na humanidade e nos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade da revolução francesa que o compositor alemão homenageia tardiamente com obra mestra.

Moacyr, com seu estilo e sua arte, com a costumeira ironia e humor judaico, acompanha a corrente milenar progressista na remota saga do príncipe Moisés.

De Schiller  e Beethoven partilha a arte de comover as pessoas – seus leitores.

Quando Moacyr faleceu, dias depois reiniciei minhas tarefas na PUC.

Fui abordado e saudado por um veterano professor, que para confortar me disse: “todos perdemos um irmão “.

Sim. Moacyr era irmão  de milhões e neles depositava suas histórias e  suas esperanças por um mundo melhor.

Deixe um Comentário

Outros Artigos de Wremyr Scliar

A Libertação de Auschwitz

21.01.2019

Os quatro batedores ucranianos do exército soviético romperam, em 31 de janeiro de 1945,  as correntes do portão do...

O LEGADO DA BÍBLIA HEBRAICA NA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM – 1948

12.11.2018

Comemora -se em   10 de  dezembro setenta anos da DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM aprovada pela recém criada...

As Últimas Testemunhas

28.09.2018

SVETLANA ALEXSIEVITCH está de volta às estantes das livrarias com AS ÚLTIMAS TESTEMUNHAS – CEM HISTÓRIAS NÃO INFANTIS, editora...

Quando ela era boa, de Philip Roth

21.09.2018

QUANDO ELA ERA BOA, romance do judeu-americano Philip Roth, de 1967, agora traduzido e editado no Brasil pela Cia....

MAIO – a rendição nazista; Holocausto e a criação do Estado de Israel

04.06.2018

Maio é mes que traz coincidências. Em 8 de maio de 1945, o exército nazista assinou a rendição incondicional perante Zhukov,...