Notícias

Mensagem de Pessach da Federação Israelita do RS

22.04.2016

Pessach simboliza o êxodo do Egito. A libertação do povo judeu do tirano faraó Ramsés II foi conquistada por Moisés quando o povo judeu cortou as cadeias da escravidão, em um país estrangeiro e saiu em direção à Terra Prometida.

A mensagem de Pessach é relevante e cheia de significado para as pessoas mundo afora. A força da sua narrativa se confirma a cada celebração, pois cada um de nós deve se libertar das nossas próprias opressões e tiranias. Devemos refletir, espelhados no exemplo de nossos antepassados, para superar nossas dificuldades e alcançarmos um estado de espirito realmente livre das imposições negativas que a sociedade moderna nos apresenta. Assim, como abertura do Mar Vermelho significou a salvação para a angústia dos judeus em fuga, no seder de Pessach, ao abrir a porta para Eliahu Anavi, que representa uma alma angustiada, estamos dividindo nossa alegria, nossa felicidade e nossa cultura com alguém que não vive em nossa casa. Estamos nos abrindo.

Este é um dos paradoxos da vida judaica através dos séculos. Após a diáspora, o povo judeu esteve sempre buscando uma porta aberta, um mar que se abrisse e nos proporcionasse tranquilidade e segurança. Sem o Estado de Israel, isso sempre pareceu impossível, mas mesmo assim houve lugares onde os judeus foram aceitos, respeitados e tornaram-se parte de uma construção maior. Desta forma chegamos aqui, um povo que mantém sua cultura e suas tradições milenares que, justamente por que lhe foi legado este direito, faz questão de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade melhor para todos aqueles que os acolheram.

A Hagadá narra como fomos libertados, com a fé e a liderança de Moises. Se isso não tivesse acontecido, nós, nossos filhos e os filhos de nossos filhos seguiríamos fisicamente escravos. Mas isso também significa, na linguagem de nossos sábios, que se a saída do Egito tivesse sido uma decisão unilateral faraónica, continuaríamos escravizados espiritualmente pelo Faraó até hoje.

A historia de Pessach nos ensina que não devemos desanimar e sempre encarar o futuro com esperança. Por isso, nela recitamos que “em todas as gerações, devemos considerar como se fossemos nós os libertados do Egito”, devemos construir pontes para assegurar a travessia do mar a todos os seres humanos que nascem para serem livres.

Por outro lado, liberdade significa também responsabilidade. Somos responsáveis pelo que fazemos e pelo que deixamos de fazer. Ao reviver o que nosso povo passou, nos tornamos símbolo e, assim, o exemplo da luta para assegurar a liberdade de todos, sem distinção de religião, cor, gênero ou idade.

Mais do que simbolismo ou história, essa é a visão da Federação Israelita do Rio Grande do Sul e desta gestão que acredita na abertura de “mares” para os judeus e para todos os povos, uma diretoria que acredita que temos muito mais a conquistar, como comunidade e como sociedade, e que só podemos fazê-lo juntos.

CHAG PESSACH SAMEACH !

BASHANÁ HABAÁ BEIERUSHALAIM !

Leia Mais

FIRS participa da Mesa Diretora do Pacto Alegre

A FIRS participou, na última terça-feira (26), de reunião do movimento Pacto Alegre, que visa transformar Porto Alegre em...

Leia mais

29.03.2019

Comunidade Judaica convida estudantes para Feira das Universidades Israelenses

Estudantes de Porto Alegre tem atividade confirmada para ampliação do currículo profissional e acadêmico. No dia 10 de abril,...

Leia mais

29.03.2019

Novo júri de três acusados por ataque a judeus em 2005 é realizado em Porto Alegre

Começou na manhã desta quinta-feira (21) o novo júri de mais três acusados de atacar um grupo de judeus no bairro...

Leia mais

22.03.2019

Federação Israelita do Rio Grande do Sul lamenta atentado à Mesquitas na Nova Zelândia

Com profundo pesar, a Federação Israelita do Rio Grande do Sul manifesta suas condolências aos familiares e vítimas do...

Leia mais

22.03.2019

FIRS recebe secretário de Ciência e Tecnologia

Na manhã de sexta-feira, 15 de março, a diretoria da Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS) recebeu...

Leia mais

22.03.2019