Blogs

Wremyr Scliar

Professor de Direito Administrativo (PUCRS), Doutor, Mestre e Especialista em direito.Conselheiro substituto emérito aposentado do Tribunal de Contas - RS. Comenda Oswaldo Vergara - OAB RS. Primeiro diretor da Escola de Gestão e Controle do Tribunal de Contas - RS.

Levante do Guetto de Varsóvia – 19/04/1943

19.04.2017

Em 19 de abril de 1943, os judeus confinados no Guetto de Varsóvia iniciam uma rebelião contra as tropas nazistas.

Desde o início do aprisionamento dos judeus naquela pequena área a população cativa chegou a 500.000 prisioneiros.

Em condições sub-humanas, milhares morriam de fome ou doenças. A entrada de alimentos e remédios estava vedada.

Estava reduzidos os cativos a   menos de 30.000 judeus.

Seguidamente tropas de assaltos nazistas irrompiam e matavam indistintamente.

Quando se iniciam os transportes para os campos de extermínio a liderança especialmente jovens ligados ao sionismo de esquerda e militantes da resistência decidem tomar uma decisão: combater, com as poucas armas que dispunham, obtidas da resistência polonesa, as tropas alemãs em ações de de surpresa.

Sabiam que não teriam êxito.

Mas firmaram um pacto sob a liderança de Mordechai Anieleviz: “NÃO ACEITAR MAIS SEREM LEVADOS COMO GADO AO MATADOURO”.

A História é conhecida: foram dizimados, mesmo os que tentaram sair pelo esgoto nos quais os alemães jogavam bombas e lacravam as tampas.

Mas o efeito foi positivo para a guerra.

Logo o guetto de Vilna também se revoltou e os episódios eram narrados em todo o front estimulando os combatentes militares e os milicianos.

Nesse ano, na mesma data, serão anunciados os alunos vencedores e seus professores orientadores do concurso de redação organizado pela VII JORNADA SOBRE O ENSINO DO HOLOCAUSTO realizado em setembro  de 2016.

Os prêmios são dignos e ao primeiro lugar será oferecida uma visita ao Museu do Holocausto em Curitiba.

Para os jovens do mundo inteiro, a lição do poeta russo Ossip Mandelstam: “MILHÕES DE ASSASSINADOS POR NADA. ABRIRAM UM CAMINHO NA ESCURIDÃO”.

Pode-se acrescer com  a frase da VII JORNADA: “Antes de vítimas, sujeitos da História, pessoas comuns que podem ser heróis.”

Deixe um Comentário

Outros Artigos de Wremyr Scliar

Danúbio Gonçalves – o pintor gaúcho e o Gheto de Varsóvia

23.04.2019

Danúbio Gonçalves,  pintor gaúcho, nascido em Bagé,   muralista, gravurista e professor de pintura, morreu aos  96 anos em 21...

As duas irmãs de Renoir – o Holocausto assassinou uma obra de arte

23.04.2019

Em 19 de abril de 1943, os judeus do gheto de Varsóvia se insurgiram contra o nazismo. Lembrar esses...

A Libertação de Auschwitz

21.01.2019

Os quatro batedores ucranianos do exército soviético romperam, em 31 de janeiro de 1945,  as correntes do portão do...

O LEGADO DA BÍBLIA HEBRAICA NA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM – 1948

12.11.2018

Comemora -se em   10 de  dezembro setenta anos da DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM aprovada pela recém criada...

As Últimas Testemunhas

28.09.2018

SVETLANA ALEXSIEVITCH está de volta às estantes das livrarias com AS ÚLTIMAS TESTEMUNHAS – CEM HISTÓRIAS NÃO INFANTIS, editora...