Notícias

Ladrões furtam roupas coletadas para doação pela comunidade judaica no Iom Mitzvah

10.06.2016

O sumiço de milhares de peças de roupas, cerca de 20% das doações arrecadadas no último domingo durante o Iom Mitzvah (Dia da Solidariedade), surpreendeu e entristeceu a comunidade judaica esta semana.

— É muita maldade. Fico pensando o que os ladrões vão conseguir com isso? Dinheiro? Calculo que 3 mil pessoas vão deixar de ser beneficiadas — desabafou na manhã desta quinta-feira Zalmir Chwartzmann, presidente da Federação Israelita.

A ocorrência policial foi registrada nesta quinta-feira na 1ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre. Um dos organizadores do evento, Ilton Gitz, disse que o clube tem segurança, mas que maiores detalhes devem ser verificados pela polícia:

— Isso nos traz um sentimento de repensar o país. Quando se rouba da campanha do agasalho é porque se perdeu muito eticamente. Não foi um roubo contra nós. É contra toda a sociedade. Completou Chwartzmann.

O furto das roupas foi detectado na tarde de terça-feira, na sede do Clube Hebraica, que fica no bairro Bom Fim, onde estavam reunidas todas as doações. O cálculo é de que foram arrecadadas, no domingo, em torno de 45 mil peças de roupas.

A ação foi organizada pela comunidade judaica para coletar agasalhos para a população carente de Porto Alegre e para trabalhar a cidadania junto aos jovens judeus. Sete caminhões e mais de 200 voluntários se revezaram coletando doações em 10 bairros da Capital.

Foram servidores da prefeitura que notaram a falta de parte das doações. Ao chegar ao clube na terça-feira para buscar as roupas, perceberam um espaço vazio junto a uma parede, que no domingo estava cheio de peças doadas. Desde que informados sobre o ocorrido, a Federação Israelita do RS e a Comissão Organizadora do Iom Mitzvah tomaram todas as medidas cabíveis para o esclarecimento do caso, comunicando e solicitando a investigação do crime à Polícia Civil.

O delegado Paulo Cesar Jardim, da 1ª Delegacia de Polícia ficou a cargo do caso e, ainda na quinta-feira, acompanhado de sua equipe, dirigiu-se a Hebraica para investigar a ocorrência.

– Já temos imagens das câmeras do estacionamento que mostram o modus operandi do furto. Também já temos identificados os suspeitos, é uma questão de processo e formalidades para concluirmos o caso. Comentou o Delegado Jardim.

Assista a matéria da RBS sobre o assunto.

Nota oficial da FIRS sobre o ocorrido. (clique na imagem para ler melhor)

nota oficial

Leia Mais

FIRS participa da Mesa Diretora do Pacto Alegre

A FIRS participou, na última terça-feira (26), de reunião do movimento Pacto Alegre, que visa transformar Porto Alegre em...

Leia mais

29.03.2019

Comunidade Judaica convida estudantes para Feira das Universidades Israelenses

Estudantes de Porto Alegre tem atividade confirmada para ampliação do currículo profissional e acadêmico. No dia 10 de abril,...

Leia mais

29.03.2019

Novo júri de três acusados por ataque a judeus em 2005 é realizado em Porto Alegre

Começou na manhã desta quinta-feira (21) o novo júri de mais três acusados de atacar um grupo de judeus no bairro...

Leia mais

22.03.2019

Federação Israelita do Rio Grande do Sul lamenta atentado à Mesquitas na Nova Zelândia

Com profundo pesar, a Federação Israelita do Rio Grande do Sul manifesta suas condolências aos familiares e vítimas do...

Leia mais

22.03.2019

FIRS recebe secretário de Ciência e Tecnologia

Na manhã de sexta-feira, 15 de março, a diretoria da Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS) recebeu...

Leia mais

22.03.2019