Notícias

Embaixador do Azerbaijão visita a Federação Israelita

18.11.2015

Elnur Sultanov, esteve em Porto Alegre e fez questão de conhecer a comunidade judaica gaúcha

Em sua primeira visita oficial ao Rio Grande do Sul, Elnur Sultanov, Embaixador do Azerbaijão, visitou a sede da FIRS no dia 17 de novembro quando foi recebido pelo presidente Zalmir Chwartzmann, acompanhado dos vice-presidentes, Albert Poziomyck e Zelig Prikladniki, do diretor Rafael Bán Jacobsen e do professor Wremir Scliar.

A motivação da visita do embaixador foi de estreitar laços com os estados brasileiros, divulgar seu país, que se orgulha em ser a primeira democracia secular do mundo muçulmano em 1918.

O embaixador Sultanov destacou que o Azerbaijão é, hoje um país laico, multicultural, que respeita os valores de liberdade e tolerância, incentiva o diálogo inter-religioso, preservando a memória das religiões judaica, cristã e muçulmana que marcam sua presença há milênios na região. Igrejas, sinagogas e mesquitas convivem de forma positiva e são subsidiadas pelo governo, assim como templos antigos e sítios sagrados são preservados e disponibilizados para visitação.

O diplomata contou ao grupo de representantes da FIRS que existe uma forte comunidade judaica em seu país que conta com cerca de 30 mil pessoas, em um universo de nove milhões e meio de habitantes. Com um semblante de orgulho, Sultanov disse que a comunidade judaica conta com muito respeito da população pelo seu histórico de identificação e pela contribuição para o desenvolvimento país. Segundo ele, membros da comunidade judaica tiveram papéis importantes na conquista de independência e defesa da integridade territorial do país, logo após na área política elegendo ministros e prefeitos, assim como na área acadêmica, à exemplo do físico Lev Landau, Prêmio Nobel em 1964, da comunidade judaica de Baku, capital do Azerbaijão.

Por tudo isso, e pela histórica criação da identidade do povo azerbaijanes, o embaixador afirma que no seu país não conhecem a palavra anti-semitismo.

Elnur contou ainda sobre a profícua relação de seu país com Israel. Grande produtor de petróleo da região, destacado por seus avanços tecnológicos nessa área, o Azerbaijão é responsável por 40% do petróleo importado por Israel. Também existe um grande intercâmbio acadêmico e comercial entre os dois países.

Por esta relação de respeito e admiração, o embaixador fez questão de se apresentar à comunidade judaica local e disponibilizar a embaixada para ações e projetos em conjunto.

 

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019