Notícias

Embaixador de Israel Yossi Shelley prestigia início das comemorações dos 70 anos da criação do Estado de Israel em Porto Alegre

01.12.2017

Uma noite para celebrar o grande ato que marcou para sempre o povo judeu, os 70 anos da Partilha da Palestina em sessão na ONU presidida pelo diplomata gaúcho Osvaldo Aranha. “Estamos festejando um momento extremamente importante para toda a comunidade judaica, que deu início ao processo de criação do nosso Estado de Israel”, destacou o presidente da Federação Israelita do RS, Zalmir Chwartzmann, durante o evento alusivo promovido pela entidade e entidades filiadas, nesta terça-feira, 28/11.

Entre as autoridades presentes no jantar estava o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley. O diplomata frisou que após quase 70 anos da criação, Israel é uma nação forte, reconhecida pelo seu desenvolvimento na agricultura, ciência, tecnologia e nanotecnologia. Além disso, Shelley discursou sobre o espirito empreendedor dos judeus e que é preciso continuar trabalhando para unir cada vez mais a comunidade de Israel com o Brasil.

Para o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, a constituição do Estado de Israel é fruto de toda a luta e capacidade do povo judeu de se unir e promover a integração social nos lugares onde passa. “É uma nação moderna, mas que não nunca perde suas origens. Neste momento de travessia em que vivemos no Estado e no país, o apoio dessa comunidade, que passou por tantas adversidades, nos motiva para que possamos seguir firmes e fortes olhando sempre para o futuro”, exaltou Sartori.

Uma homenagem ao legado de Osvaldo Aranha foi entregue para seus familiares, Zenia e Eduardo Aranha. Na sequência, o presidente da Confederação Israelita do Brasil (Conib), Fernando Lottenberg, ressaltou a importância do diplomata para a história do povo judaico. “Temos certeza de que Aranha ficaria orgulhoso com o Estado que foi criado”, disse.

Também presente no evento, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr., enfatizou os princípios e valores da comunidade judaica. “Que a nossa cidade possa absorver e aprender com este povo que conseguiu superar tantas dificuldades, talvez uma palavra que os defina bem seja resiliência”, destacou.

O jantar teve ainda a presença do representante da presidência da Assembleia Legislativa, o deputado Marcel Van Hattem, do senador Lasier Martins, representante da presidência da Câmara Municipal, o vereador Valter Nagelstein, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o desembargador Thompson Flores, do cônsul-geral de Israel em São Paulo, Dori Goren, e da cônsul-geral dos Estados Unidos, Julia Harlan.

Veja algumas fotos do evento

PARTILHA DA PALESTINA

Após a II Guerra Mundial, a Coroa Britânica, mandatária da região desde 1920, decidiu sair da então Palestina devido aos conflitos entre árabes e judeus, solicitando à ONU uma decisão sobre o território. Em 1947, uma comissão especial (UNSCOP), composta por delegados de 11 países, visitou a região e reconheceu a necessidade da criação de dois estados, um árabe e outro judeu, economicamente unidos, tendo Jerusalém como enclave internacionalizado. Nos meses seguintes, estudos e negociações foram realizados para definir com precisão a divisão geográfica do território. A ideia foi aceita pela liderança judaica e veementemente negada pela árabe.

Na noite de 29 de novembro de 1947, em assembleia presidida por Osvaldo Aranha no plenário das Nações Unidas em Nova Iorque, a Resolução 181 foi aprovada por 33 votos a favor, 13 contra e 10 abstenções. A sessão plenária foi transmitida pelas rádios do mundo inteiro e acompanhada com atenção pelas comunidades judaicas de todo o mundo. Na palestina, enquanto os judeus comemoravam seu direito à autodeterminação, a população árabe e os países vizinhos lançam uma campanha de negação à determinação da ONU, gerando uma espiral de violência que resultou na chamada Guerra de Independência e a criação oficial do Estado de Israel em 14 de maio de 1948.

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019