Notícias

Conib exige providências do governo no caso do professor da UFRJ

21.01.2016

A Conib enviou em 13 de janeiro cartas aos ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo; das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e da Educação, Aloizio Mercadante, exigindo providências urgentes no caso do Sr. Adlène Hicheur, professor visitante da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que foi condenado na França a cinco anos de prisão por planejar atentados terroristas.

Leia abaixo a íntegra do texto:

“A Confederação Israelita do Brasil – Conib, representante da comunidade judaica brasileira, vem pela presente expor a V. Exa. sua preocupação diante dos fatos a seguir narrados:

Como é de seu conhecimento, nestas mais de seis décadas de existência, procuramos ser um canal de diálogo entre a comunidade e os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário no nível federal, dando suporte e executando ações nos campos social, político, cultural e educacional, atuando com base em princípios como paz, democracia, justiça social, diálogo inter-religioso e combate à intolerância e ao terrorismo.

Conforme matéria divulgada pela revista Época, no dia 08/01 p.p., posteriormente replicada e complementada em outras mídias, tomamos conhecimento que o Sr. Adlène Hicheur, preso e condenado na França a cinco anos de prisão por planejar atentados terroristas, depois de obter bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tornou-se professor visitante da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde atua até o presente momento.

As provas que o levaram à condenação naquele país demonstram que ele mantinha relações com a organização terrorista Al Qaeda, trocando mensagens até então criptografadas, estando disposto “a trabalhar em uma unidade de ativação na França”, atuando “no seio da casa do inimigo central e esvaziar o sangue de suas forças”, sugerindo “executar assassinatos com objetivos bem estudados: personalidades europeias ou personalidades bem definidas que pertençam aos regimes incrédulos (em embaixadas e consulados, por exemplo)”. A polícia francesa encontrou em seu computador, ainda, um arquivo criptografado no qual discutia o envio de €8.000 euros para a referida Al Qaeda.

Por sua vez, já aqui no Brasil, também conforme a matéria em questão, o Sr. Adlène está sendo investigado pela Polícia Federal, mais precisamente por uma operação de seu grupo antiterrorismo, tendo havido busca e apreensão em sua residência, com autorização judicial, em razão de possíveis frequentadores de uma mesquita no Rio de Janeiro terem defendido o atentado ao semanário Charlie Hedbo, em Paris, em janeiro de 2015, que deixou 12 mortos.

Consta, ainda, que o Sr. Adlène teria procurado o Ministério da Justiça, em setembro de 2014, para pedir a alteração da sua nacionalidade no visto de permanência no Brasil, de francesa para argelina.

Portanto, diante da gravidade dos fatos narrados, serve o presente para externar nossa grande preocupação com relação ao assunto, diante da notória possibilidade do Sr. Adlène ainda manter contato com organizações terroristas, potencializando a prática de atos ilícitos no Brasil, solicitando sua atenção para a questão e as urgentes providências que o assunto demanda.

Nesta oportunidade aproveitamos para renovar a

V. Exa. nosso cordial

Shalom,”

Fernando Lottenberg

Presidente

Rony Vainzof

Secretário

Fonte: CONIB

Leia Mais

FIRS participa da Mesa Diretora do Pacto Alegre

A FIRS participou, na última terça-feira (26), de reunião do movimento Pacto Alegre, que visa transformar Porto Alegre em...

Leia mais

29.03.2019

Comunidade Judaica convida estudantes para Feira das Universidades Israelenses

Estudantes de Porto Alegre tem atividade confirmada para ampliação do currículo profissional e acadêmico. No dia 10 de abril,...

Leia mais

29.03.2019

Novo júri de três acusados por ataque a judeus em 2005 é realizado em Porto Alegre

Começou na manhã desta quinta-feira (21) o novo júri de mais três acusados de atacar um grupo de judeus no bairro...

Leia mais

22.03.2019

Federação Israelita do Rio Grande do Sul lamenta atentado à Mesquitas na Nova Zelândia

Com profundo pesar, a Federação Israelita do Rio Grande do Sul manifesta suas condolências aos familiares e vítimas do...

Leia mais

22.03.2019

FIRS recebe secretário de Ciência e Tecnologia

Na manhã de sexta-feira, 15 de março, a diretoria da Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS) recebeu...

Leia mais

22.03.2019