Notícias

Comunidade festeja ‘Sucót’, a Festa das Cabanas

04.10.2017

Desde a quarta-feira(04/10) iniciou-se um período alegre para a comunidade judaica com a “Festa de Sucót”, compensando o solene ciclo entre Rosh Hashaná e Iom Kipur. Sucá em hebraico significa Cabana, Sucót é o plural de sucá. Em Porto Alegre, se constroem e enfeitam sucót nos quintais das sinagogas e das casas onde se fazem as refeições, se reza e se recebe os amigos além de promover refeições festivas. Em alguns casos até optam por dormir na sucá, quando a meteorologia permite, é claro. O teto dessa cabana deve possuir aberturas nas quais seja possível ver o céu. Dessa forma, o judeu manifesta seu desejo de se colocar diretamente sob a proteção divina.

Um dos mandamentos (mitsvót) especiais de Sucót são unir dentro das sucás 4 espécies (etróg, luláv, hadassím e aravót) – que vem de Israel para a capital gaúcha especialmente para a data -, que simbolizam a unidade dos judeus como povo. As “Quatro Espécies” são sacudidas em todas as direções, para baixo e para cima, significando que D’us está em toda parte.

O etróg (fruta cítrica, cuja árvore no qual brota tem o mesmo sabor que seu fruto) tem fragrância e gosto, representando aqueles Judeus que estudam Torá e praticam boas ações. O luláv (ramo de palmeira) tem cheiro, mas não tem sabor, representando aqueles Judeus que estudam Torá mas não fazem bons atos. Os hadassím (ramos de mirta) têm sabor, mas não têm cheiro, simbolizando aqueles Judeus que fazem boas ações mas não estudam a Torá. Finalmente, as aravót (ramos de salgueiro) não têm nem sabor nem cheiro, representando os Judeus que não estudam Torá nem praticam boas ações

Durante 40 anos após o Êxodo doEgito, vagando pelo deserto, os judeus viveram em Sucót. Remontar essa experiência também visa exercitar o valor da humildade. A mitsvá de habitar a Sucá ensina a confiar em D’us. Todos têm tendência a pensar que as posses, o dinheiro, os lares ou a inteligência os protegerão. Na Sucá estão expostos à natureza, numa cabana temporária. Viver numa Sucá coloca a vida em sua verdadeira perspectiva.

Sucót também é chamada de Zemán Simchatêinu, a época da alegria. Alegria é diferente de felicidade. Felicidade é estar satisfeito com o que tem. Alegria é o prazer de antecipar um bem futuro. Se confiam em D’us e acreditam que tudo o que Ele faz é para o nosso bem, então conhecem grandes alegrias na vida. Sucót é um dos Shalósh Regalim, os 3 Festivais (os outros dois são Pessach e Shavuót), quando a Torá ordena a todos os que moram em Israel a deixar seus lares e irem a Jerusalém, celebrar a festividade no Templo Sagrado.

Shemini Atzeret, o oitavo e último dia de Sucot, apesar de não ser caracterizado por costumes próprios, marca o início oficial da estação das chuvas em Israel. Por conta disso, é costume recitar a Tefilat haGueshem (Reza da Chuva), em súplica às chuvas que fertilizam as terras no inverno.

Este é um dos quatro momentos do ano em que é feita a reza do Izcor, em memória aos falecidos. As outras datas são Iom Kipur, o último dia de Pessach e o segundo dia de Shavuot. Na Diáspora, Shemini Atséret é celebrada durante dois dias. O segundo dia coincide com Simchat Torá.

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019