Notícias

OAB/RS, FIRS e Seceretaria de Educação trabalham juntas no combate à intolerância

07.04.2016

Na manhã desta segunda-feira (04), a OAB/RS esteve mais uma vez reunida com a Federação Israelita do Rio Grande do Sul para tratar do projeto “OAB vai à Escola” e o convênio firmados entre as instituições no sentido de incluir o tema do Holocausto, sob a visão dos Direitos Humanos, no projeto. Durante o encontro foram definidos que os materiais entregues às escolas sobre o projeto serão diferentes para cada faixa etária – criança, adolescente e adulto.

Segundo a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Beatriz Peruffo, “o projeto terá coordenação compartilhada por três comissões da Ordem gaúcha, CMA, Comissão da Criança e do Adolescente e dos Direitos Humanos. O convênio firmado entre as duas instituições serve para mudar a realidade de intolerância e ódio que vem crescendo na sociedade”.

Também estiveram presentes a integrante da CMA e ex-conselheira, DelmaIbias; o presidente da CECA, Carlos Kremer;o vice-presidente da FIRS e ex-presidente da OAB/RS, Luiz Carlos Levezon; o coordenador pela FIRS do Projeto OAB Vai à Escola, Flavio Kanter; e a coordenadora de Gestão e Aprendizado do Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação do Estado e integrante da CMA, NelnieLorenzoni.

Projeto OAB vai à Escola

A OAB/RS está retomandoo projeto“OAB Vai à Escola”, já conhecido no Brasil, que leva conhecimentos sobre cidadania e direitos à comunidade escolar. Em reunião realizada na semana passada, representantes de três comissões da Ordem – Criança e do Adolescente, Mulheres e Direitos Humanos – discutiram aperfeiçoamentos a serem feitos no projeto. Uma nova reunião, ainda sem data definida, deverá ser realizada para elaboração do documento, que será avaliado pelo presidente da Ordem gaúcha, Ricardo Breier. Em seguida, a proposta será apresentada à Secretaria Estadual de Educação.

O presidente da Comissão da Criança e do Adolescente da OAB/RS, Carlos Kremer, explica que uma das mudanças inclui a possibilidade de revisitação às escolas. “Antes, era apenas um encontro. Agora, queremos fazer um segundo. No primeiro, durante a exposição do tema, surgem dúvidas, que poderiam ser sanadas nesse segundo evento”, comenta. Além de propor a participação de outras comissões da OAB, o grupo também pretende sugerir que os encontros ocorram durante a semana. “Se fizéssemos no final da tarde, poderíamos falar com o pessoal do EJA também. Já aconteceu de marcarmos para um sábado, de a escola não ter divulgado direito e de não ter ninguém lá para receber”, lamenta.

Todos os advogados envolvidos no projeto atuam de maneira voluntária. O formato da exposição de ideias varia. De acordo com Kremer, depende da faixa etária. Quanto mais velhos, mais atentos e receptivos. Se são crianças novas, a chance de dispersão é maior. “Queremos fazer a conversa com turmas menores. Se há grande público, elas começam a ficar inquietas, perdem o foco, e a proposta perde a qualidade”, relata. O ideal é grupos de 15 a 20 crianças. O advogado explica que, para que o projeto funcione da melhor forma, é importante trabalhar com a demanda de cada escola.

Assuntos como os direitos da criança e do adolescente, meio ambiente e proteção à mulher foram procurados quando o projeto estavana primeira fase, durante as gestões dos ex-presidentes Marcelo Bertoluci e Claudio Lamachia. “É muito flexível. Pode ser para professores, para alunos, pode funcionar como palestra ou bate-papo. As escolas têm liberdade para pedir um assunto”, garante. Por enquanto, o projeto seria destinado a escolas públicas. O OAB Vai à Escola foi lançado em 2009 no Rio Grande do Sul,com palestras realizadas em Canoas e, depois, nas escolas estaduais de Porto Alegre. Kremer afirma que também há intenção de ampliar a abrangência do projeto, levando-o para todas as 106 subseções da OAB no Estado.

 

Fonte: Site da OAB/RS

Leia Mais

Araújo e Netanyahu acertam detalhes da visita de Bolsonaro a Israel

Convidado pelos Estados Unidos e Polônia, o chanceler brasileiro está em Varsóvia participando de uma conferência sobre o Oriente...

Leia mais

15.02.2019

Reitor da melhor universidade de Israel desembarcou no Brasil para desenvolver programa aeroespacial

O Instituto de Tecnologia de Israel (‎Technion) é uma das principais escolas de formação em Ciência e Tecnologia do mundo....

Leia mais

15.02.2019

“Necessária revisão na relação com Israel” – Ney Carvalho (O Globo)

A vinda de Benjamin Netanyahu à posse de Jair Bolsonaro e sua posterior condecoração com a Ordem do Cruzeiro...

Leia mais

15.02.2019

Conheça as startups mais valiosas de Israel

Israel ganhou fama de ser um oásis da tecnologia e passou a ter visibilidade graças ao empreendedorismo de sucesso...

Leia mais

15.02.2019

Quem é Davi Alcolumbre, o 1º judeu presidente do Senado?

O Senado elegeu neste sábado (2), o parlamentar Davi Alcolumbre (DEM-AP) como presidente. Ele obteve 42 dos 77 votos,...

Leia mais

08.02.2019