Notícias

Solenidade marca entrega das obras de restauro do Cemitério de Philippson, patrimônio cultural do RS

09.05.2016

Um dos mais importantes patrimônios da comunidade judaica no Rio Grande do Sul acaba de ser revitalizado. A obra de restauro do cemitério Israelita de Philippson, no município de Itaara – próximo a Santa Maria, será entregue em solenidade para a comunidade e autoridades no dia 19 de maio.

“A colônia Philippson representa o berço da primeira imigração judaica organizada no país, em 1904 pela Jewish Colonization Association, oriundos da Bessarabia, (Polônia, Romênia e Ucrânia), hoje Moldávia. O cemitério é a testemunha material desse processo como bem arquitetônico permanente”, destaca o presidente da Sociedade Beneficente Israelita de Santa Maria e coordenador do projeto, Sergio Klinow Carvalho.

Tombado pela Secretaria de Cultura do Estado como Patrimônio Cultural, o cemitério recebeu a consolidação e restauração dos muros; restauração e adequação do portal de entrada; remoção do piso; reintrodução de grama; instalação de novos passeios de pedras; drenagem do terreno; restauração, consolidação e limpeza dos túmulos; e instalação de bancada com mapeamento dos túmulos. As ornamentações existentes nos túmulos também foram restauradas.

O objetivo é preservar a memória da comunidade judaica no Brasil e no mundo, e a história da imigração no Estado e no País. “É um momento histórico e cultural, que faz parte das raízes da comunidade judaica e povo gaúcho”.

   A partir da solenidade de entrega, o local estará aberto a visitações, mediante agendamento prévio e autorização dos administradores do local, necessitando a identificação dos visitantes (RG/CPF e contato) e objetivo da visita, através do e-mail contato@sbism.com.br.

A iniciativa foi da SBISM (Soc. Beneficente Israelita de Santa Maria), com o apoio do IPHAE-RS (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado), da FIRS (Federação Israelita do RS), da Sra. Alegria Steinbruch (proprietária da Fazenda Philippson, onde se localiza o cemitério), do Instituo Cultural Judaico Marc Chagall de Porto Alegre, das prefeituras de Santa Maria e Itaara, e gestão cultural e administrativa da Lahtu Sensu Administração Cultural. O projeto paisagístico de consolidação dos muros e portal é da arq. Berenice Pinto da Costa – Parnaso Arquitetura, o projeto de restauração dos túmulos da Ms. Gessônia Carrasco – Arco.it. A empresa que executou as obras é a BK Engenharia de Santa Maria. Os recursos que viabilizaram o projeto foram captados pela SBISM junto à comunidade judaica e em especial de famílias que mantém suas origens brasileiras em Philippson.

Leia Mais

Brasil e Israel investirão US$ 5 milhões em cooperação tecnológica

Brasil e Israel assinaram acordo de cooperação tecnológica e inovação no valor de US$ 5 milhões para os próximos...

Leia mais

14.12.2018

Wizo RS realiza evento de encerramento das atividades em 2018

Mais de 100 chaverot participaram do encerramento das atividades da WIZO/ RS, nesta quarta-feira, no salão de festas da...

Leia mais

14.12.2018

Naamat Pioneiras realiza a primeira edição do Projeto Arte & Artistas evidenciando a obra de Tarsila do Amaral

A primeira edição gaúcha do projeto Arte & Artistas reuniu mais de 120 pessoas no Instituto Ling, no último...

Leia mais

14.12.2018

Conib envia carta de solidariedade a Dom Odilo Scherer pelo atentado na Catedral de Campinas

A Conib se solidarizou com as famílias das vítimas do atirador na Catedral de Campinas e com a Igreja...

Leia mais

14.12.2018

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018