Notícias

Luciana Genro se diz aberta ao diálogo com a comunidade judaica sobre o conflito no Oriente Médio

01.09.2016

A diretoria da Federação Israelita do RS e representantes de entidades judaica do estado, receberam na manhã desta quinta-feira,1º/09, a candidata à prefeitura de Porto Alegre pelo PSOL, Luciana Genro, e o seu vice, deputado estadual Pedro Ruas, para debater as propostas para Porto Alegre e falar sobre a relação dos judeus com a legenda.

À representante do partido cujo histórico é de posições contrárias ao Estado de Israel, o presidente da Federação Israelita, Zalmir Chwartzmann, deixou claro o sentimento da comunidade de contrariedade às ações unilaterais por parte do PSOL e a preocupação sobre a importação de conflitos para Porto Alegre. “É importante neste momento ser transparente e franco sobre o que sentimos. E o posicionamento do PSOL até aqui nos incomoda. No Rio Grande do Sul, a FIRS é uma extensão de Israel, por isso defendemos a oportunidade de também nos manifestar”, declarou Zalmir.

A ideia é de que, independente de eleição, se possa trazer os dois lados para a conversa, sem radicalismos. “Queremos começar por aquilo que nos une”, complementou o vice-presidente, Sebastian Watenberg.

Luciana Genro admitiu que, sim, tem entendimentos contrários com relação ao conflito no Oriente Médio, mas que isso não impede o diálogo com a comunidade. “A minha vinda aqui na Federação já é uma demonstração de que estou aberta a isso. Não vamos concordar sempre, mas temos capacidade para o diálogo”, afirmou.

Sobre radicalismo, Luciana diz que essa percepção ficou marcante nela por posições firmes que sempre adotou na vida pública, mas essa característica está superada neste aspecto. “Quem está se propondo a governar Porto Alegre não pode ter postura intransigente. Temos olhares diferentes, mas não creio que sejam obstáculos para construir políticas comuns. Talvez tivesse lá atrás, mas com a experiência e amadurecimento, saí uma pessoa do diálogo, da política”, completou. O único aspecto de que não abre mão do “radicalismo”, disse ela, é sobre corrupção e coalizões sustentadas por loteamentos de cargos públicos. Ela se propôs ainda a promover um debate aberto sobre Israel e a Palestina.

Sobre suas propostas de governo, Luciana Genro disse que pretende focar em dois pontos: Segurança e Saúde. “Acredito que a prefeitura pode ter um papel mais ativo na área da segurança”, avalia. Neste sentido, a candidata pensa em adotar ações preventivas e de caráter social. Programas para atender os jovens que saem da FASE, com o objetivo de  dar opções que não sejam o crime, até o incremento da Guarda Municipal, fazendo com que seja uma polícia das comunidades, são algumas das suas propostas.

No âmbito da saúde, algumas ideias como a ampliação do tele-saúde, fortalecendo o atendimento à medicina especializada com o objetivo de diminuir o tempo de espera da população, e a implementação do atendimento telefônico para diminuir casos desnecessários de consultas nos postos de saúde, estão no seu caderno de propostas.

Quando questionada sobre o legado que pretende deixar para a cidade, caso seja eleita, Luciana revelou que gostaria de mostrar que é possível fazer política de forma diferente, governando de mãos limpas. “Vou me considerar vitoriosa se isso ocorrer”.

Leia Mais

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018

Sobreviventes do Holocausto celebram Chanucá pelo mundo

Em noite especial da tradicional festa das luzes, sobreviventes do genocídio homenageiam os cerca de 6 milhões de judeus...

Leia mais

07.12.2018

Bolsonaro recebe embaixador de Israel na Granja do Torto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu integrantes da sua equipe e o embaixador de Israel, Yossi Shelley, na Granja...

Leia mais

30.11.2018

Nelson Sirotsky e Letícia Wierzchowski fazem tarde de autógrafos de seu livro no auditório da FIRS

*por Marili Scliar Buchalter   No entardecer do dia 26 de novembro, no auditório da FIRS, o Departamento Cultural...

Leia mais

30.11.2018

FIRS participa da 49ª Convenção da CONIB

A Conib realizou, entre os dias de 23 a 25 de novembro em São Paulo, sua 49ª Convenção Anual, com...

Leia mais

30.11.2018