Notícias

Lehitraót Dona Eva

09.02.2018

Porto Alegre amanheceu mais triste hoje. Nos despedimos de uma das figuras mais brilhantes da história desta cidade e deste país. Não precisamos aqui redundar sobre a força, a obstinação, o carisma de uma jovem que aos 13 anos de idade teve que fugir com sua família da perseguição nazista para sobreviver. Que chegou no Brasil e fez do seu amor à arte a sua ferramenta para consertar o Mundo. Que conquistou tudo que se dispôs a realizar, mas principalmente, conquistou o respeito e a admiração de toda a sociedade a qual ajudou a enriquecer e tornar mais bela através da cultura e da sua convivência.

Na Torá diz: “E o Todo Poderoso formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas a alma da vida”. Para o Judaísmo isso significa que cada alma é parte da essência de Deus e, portanto, eterna. Na morte, o corpo volta à matéria e a alma se transfere para o mundo espiritual, próximo ao Criador.

Segundo a tradição Chassídica, no plano espiritual, a alma continua a ter experiências como: apreciar a divindade, ver os frutos de seu trabalho durante a vida, acompanhar o crescimento de seus familiares e amigos. Cada alma vive estas experiências em graus diferentes, diretamente relacionada aos méritos de suas ações terrenas. Alguns de nossos rabinos fazem uma curiosa comparação, ainda mais nesse caso, de que seria como ir assistir um concerto sinfônico. Alguns recebem lugares mais privilegiados na plateia. Aqueles que foram cuidadosos, solidários, generosos e sinceros durante a vida tomam os melhores assentos.

Conhecendo Dona Eva, não podemos deixar de imaginar seu lugar neste “teatro metafísico”. Se for desta maneira, sabemos que ela se sentirá em casa, no seu merecido camarote reservado e não se admirem se, logo, logo, ela seja nomeada para botar ordem, alegrar e enriquecer, também, o “Teatro no Reino do Céu”.

A Federação Israelita do RS, em nome da Comunidade Judaica Gaúcha, se solidariza com os familiares e amigos de Dona Eva Sopher neste momento de grande tristeza. Sentiremos sua falta, mas fica o lindo legado que estará presente, eternamente, entre nós.

Baruch Dayan HaEmet.

Leia Mais

“Quatro anos sem Nisman: a verdade é a melhor homenagem”

Com razão se afirma que o promotor argentino Alberto Nisman foi a 86ª vítima do atentado à organização judaica...

Leia mais

18.01.2019

Aliáh: número de não judeus supera o de judeus em 2018, entenda por quê.

Por Marcus M. Gilban Pela primeira vez desde a independência em 1948, Israel anunciou que o número de olim...

Leia mais

18.01.2019

Minha Ligação Com Um Time da Segunda Divisão da Lituânia, por Amir Bliacheris

Amir Ribemboim Bliacheris O time da foto acima é o FK Utenis Utena, da cidade de Utenas, na Lituânia....

Leia mais

18.01.2019

Sancionada lei que permite faltar a provas por crença religiosa

O Diário Oficial da União publicou, no dia 4 de janeiro, alteração na Lei de Diretrizes e Bases da...

Leia mais

18.01.2019

Turismo de Jerusalém foi o que mais cresceu em 2018

De acordo com ranking divulgado pela Euromonitor International, empresa de pesquisa de mercado global, Jerusalém lidera entre as cidades...

Leia mais

21.12.2018