Notícias

Ladrões furtam roupas coletadas para doação pela comunidade judaica no Iom Mitzvah

10.06.2016

O sumiço de milhares de peças de roupas, cerca de 20% das doações arrecadadas no último domingo durante o Iom Mitzvah (Dia da Solidariedade), surpreendeu e entristeceu a comunidade judaica esta semana.

— É muita maldade. Fico pensando o que os ladrões vão conseguir com isso? Dinheiro? Calculo que 3 mil pessoas vão deixar de ser beneficiadas — desabafou na manhã desta quinta-feira Zalmir Chwartzmann, presidente da Federação Israelita.

A ocorrência policial foi registrada nesta quinta-feira na 1ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre. Um dos organizadores do evento, Ilton Gitz, disse que o clube tem segurança, mas que maiores detalhes devem ser verificados pela polícia:

— Isso nos traz um sentimento de repensar o país. Quando se rouba da campanha do agasalho é porque se perdeu muito eticamente. Não foi um roubo contra nós. É contra toda a sociedade. Completou Chwartzmann.

O furto das roupas foi detectado na tarde de terça-feira, na sede do Clube Hebraica, que fica no bairro Bom Fim, onde estavam reunidas todas as doações. O cálculo é de que foram arrecadadas, no domingo, em torno de 45 mil peças de roupas.

A ação foi organizada pela comunidade judaica para coletar agasalhos para a população carente de Porto Alegre e para trabalhar a cidadania junto aos jovens judeus. Sete caminhões e mais de 200 voluntários se revezaram coletando doações em 10 bairros da Capital.

Foram servidores da prefeitura que notaram a falta de parte das doações. Ao chegar ao clube na terça-feira para buscar as roupas, perceberam um espaço vazio junto a uma parede, que no domingo estava cheio de peças doadas. Desde que informados sobre o ocorrido, a Federação Israelita do RS e a Comissão Organizadora do Iom Mitzvah tomaram todas as medidas cabíveis para o esclarecimento do caso, comunicando e solicitando a investigação do crime à Polícia Civil.

O delegado Paulo Cesar Jardim, da 1ª Delegacia de Polícia ficou a cargo do caso e, ainda na quinta-feira, acompanhado de sua equipe, dirigiu-se a Hebraica para investigar a ocorrência.

– Já temos imagens das câmeras do estacionamento que mostram o modus operandi do furto. Também já temos identificados os suspeitos, é uma questão de processo e formalidades para concluirmos o caso. Comentou o Delegado Jardim.

Assista a matéria da RBS sobre o assunto.

Nota oficial da FIRS sobre o ocorrido. (clique na imagem para ler melhor)

nota oficial

Leia Mais

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018

Sobreviventes do Holocausto celebram Chanucá pelo mundo

Em noite especial da tradicional festa das luzes, sobreviventes do genocídio homenageiam os cerca de 6 milhões de judeus...

Leia mais

07.12.2018

Bolsonaro recebe embaixador de Israel na Granja do Torto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu integrantes da sua equipe e o embaixador de Israel, Yossi Shelley, na Granja...

Leia mais

30.11.2018

Nelson Sirotsky e Letícia Wierzchowski fazem tarde de autógrafos de seu livro no auditório da FIRS

*por Marili Scliar Buchalter   No entardecer do dia 26 de novembro, no auditório da FIRS, o Departamento Cultural...

Leia mais

30.11.2018

FIRS participa da 49ª Convenção da CONIB

A Conib realizou, entre os dias de 23 a 25 de novembro em São Paulo, sua 49ª Convenção Anual, com...

Leia mais

30.11.2018