Notícias

Ilan Goldfajn é agraciado com o Prêmio Scopus da Universidade Hebraica de Jerusalém

10.03.2017

O economista Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central do Brasil, foi agraciado na noite desta terça-feira (8) com o Prêmio Scopus 2017 da  Sociedade  Brasileira  de  Amigos da Universidade Hebraica de Jerusalém.

“Agradeço a honra de poder figurar ao lado de pessoas tão destacadas que já receberam esta homenagem”, afirmou Goldfajn. Ele frisou sua forte ligação com a comunidade judaica e com Israel, onde nasceu, e relatou esteve em Israel no ano passado para estimular seu filho, formado em economia pela USP, a estudar na Universidade Hebraica.

O presidente do Banco Central traçou um panorama da economia mundial e falou sobre os desafios brasileiros, de seu trabalho no governo, bem como da experiência de Israel no combate à inflação. “Hoje o cenário mundial é incerto, mas estamos em um contexto de avanços e de recuperação”.

Segundo ele, o crescimento econômico sustentável depende de níveis crescentes de produtividade, além da aprovação da reforma da previdência no Brasil, que será decisiva para a sustentabilidade da desinflação e da queda da taxa de juros, complementada por outros esforços do governo para retomar o crescimento.  Citando Israel como a “start up nation”, Ilan destacou ainda a importância da inovação para o crescimento econômico.

“Este ano, a Sociedade Brasileira de Amigos da Universidade Hebraica de Jerusalém completa 70 anos de trabalho contínuo, promovendo o intercâmbio entre esta renomada instituição acadêmica e a sociedade brasileira”, destacou Jayme Blay, presidente da entidade.

“Esta noite também é especial pela escolha do homenageado.  É muito significativo para os judeus do Brasil ter Ilan Goldfajn, um membro de nossa comunidade, em um posto de tamanha relevância no governo federal”, complementou.

Participaram do evento Dori Goren, cônsul-geral de Israel em São Paulo, e os presidentes da Conib, Fernando Lottenberg e Fisesp, Bruno Laskowsky, além de diversas personalidades do cenário econômico, autoridades e lideranças comunitárias.

O Prêmio Scopus reflete a tradição de excelência que traduz a filosofia da Universidade Hebraica de Jerusalém e é atribuído a um indivíduo ou associação que se destacou em sua respectiva área e cujos esforços humanitários, científicos, empresariais, políticos e e/ou culturais contribuíram para o aprimoramento da instituição, do Estado de Israel, do povo judeu e da humanidade.

Algumas das personalidades mundiais que já receberam o prêmio foram: Zubin Mehta, Roman Polanski, Bill Clinton, Dalai Lama e Tony Blair. No Brasil, a honraria foi concedida a José Mindlin, Gilberto Gil, Miguel Nicolelis, João Dória Junior, Luís Fernando Veríssimo e ministro Nelson Jobim, entre outros.

 

Fonte: Conib

Leia Mais

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018

Sobreviventes do Holocausto celebram Chanucá pelo mundo

Em noite especial da tradicional festa das luzes, sobreviventes do genocídio homenageiam os cerca de 6 milhões de judeus...

Leia mais

07.12.2018

Bolsonaro recebe embaixador de Israel na Granja do Torto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu integrantes da sua equipe e o embaixador de Israel, Yossi Shelley, na Granja...

Leia mais

30.11.2018

Nelson Sirotsky e Letícia Wierzchowski fazem tarde de autógrafos de seu livro no auditório da FIRS

*por Marili Scliar Buchalter   No entardecer do dia 26 de novembro, no auditório da FIRS, o Departamento Cultural...

Leia mais

30.11.2018

FIRS participa da 49ª Convenção da CONIB

A Conib realizou, entre os dias de 23 a 25 de novembro em São Paulo, sua 49ª Convenção Anual, com...

Leia mais

30.11.2018