Notícias

Idealizadores do Iom Mitzvah – Dia da Caridade – recebem Diploma de Honra ao Mérito de Porto Alegre

16.06.2017

A Câmara Municipal de Porto Alegre realizou na tarde desta terça-feira (13/6) Sessão Solene que concedeu Diploma de Honra ao Mérito ao professor Ilton Gitz e ao Rabino Daniel Presman, idealizadores e promotores da campanha do agasalho Iom Mitzvah (Dia da Caridade), organizada desde 2012 pela comunidade judaica de Porto Alegre. Proposta pelo vereador Valter Nagelstein (PMDB), a homenagem ocorreu no Plenário Otávio Rocha.

Em sua fala na tribuna, Nagelstein reiterou seu compromisso com a comunidade judaica. “Sempre tenham em mim um porta voz dos anseios da nossa comunidade”, disse. Ele destacou que Porto Alegre convive com diversas campanhas comunitárias que levam às pessoas a possibilidade de exercer aquela vontade mais intrínseca do ser humano, a de auxiliar, de ajudar e de colaborar. “Em suma, a vontade de fazer o bem. A essa oportunidade que nos bate à porta, de fazermos a bondade a pessoas necessitadas, a tradição hebraica dá o nome de Mitzvá (caridade)”, explicou.

O parlamentar lembrou que a campanha do agasalho Iom Mitzvah (Dia da Caridade), organizada pela comunidade judaica de Porto Alegre, surgiu em 2012, tendo como idealizadores e promotores o professor Ilton Gitz e o rabino Daniel Presman, ambos professores do Colégio Israelita Brasileiro e destacados ativistas sociais. “O inverno rigoroso comoveu os dois educadores, que resolveram alugar caminhões e carros de som e, percorrendo as ruas do Bairro do Bom Fim e arredores, arrecadaram roupas e cobertores para a campanha do agasalho da Prefeitura Municipal de Porto Alegre”, ressalta.

Ainda segundo o proponente, com o passar dos anos, as campanhas e os resultados tornaram-se cada vez maiores. “Em 2017, a campanha do agasalho Iom Mitzvah ultrapassa 50 mil peças de roupas em um único dia”, aponta o vereador, dizendo que a mobilização “evidencia que o poder para mudar as coisas está dentro de cada um de nós. A Câmara representa toda a população de Porto Alegre, e o que esta Casa deseja hoje é recompensar o que de melhor se pode alcançar:  exemplo de justiça social, compaixão e de solidariedade”.

Solidariedade

O professor Gitz lembrou que quando tinha 5 anos de idade sempre levava um prato de comida que sua mãe preparava para um senhor de origem humilde que morava em uma garagem. “Ali aprendi a solidariedade. A busca do sentido da vida necessariamente transcende o eu. O processo evolutivo quando os indivíduos colaboram uns com os outros é maior”, disse. Gitz ainda citou diversos autores e finalizou. “A permanência da Campanha do Agasalho se deve ao envolvimento de muitas entidades e aos mais de 200 jovens que nos dão a esperança de que é possível fazer um Brasil melhor. É um dever ser solidário. Somos todos feitos da mesma carne sofrente”.

O rabino Presman destacou que Nagelstein é um grande defensor das iniciativas que tornam a nossa cidade um lugar melhor. “No primeiro ano do projeto, em 2012, eu liguei para o vereador, expliquei rapidamente e no dia seguinte, em um domingo de manhã, lá estava Nagelstein bem cedo para trabalhar conosco. O Talmud nos diz que todos somos responsáveis uns pelos outros. Ninguém é livre para se isentar da responsabilidade de mudar alguma coisa. Nosso trabalho faz a diferença”, declarou. O rabino ressaltou que o grande segredo do projeto é ser capaz de romper barreiras. “Quando vamos às ruas não somos judeus, somos cidadãos de Porto Alegre, humanos, todos irmãos. É preciso saber se colocar no lugar do outro”, afirmou.

O presidente da Federação Israelita do Rio Grande do Sul, Zalmir Chwartzmann, citou o escritor Saramago: “A seu o que é de seu por direito”, ao destacar que a homenagem foi justa. “Esse é um merecido reconhecimento aos membros que criaram esse projeto maravilhoso que traz aquilo que o ser humano mais precisa na hora da necessidade: carinho. Nossa comunidade responde muito bem a esse projeto, alem de ter uma atitude pedagógica nossa em relação aos nossos jovens, o exercício da solidariedade”, concluiu.

A homenagem foi presidida pela vereadora Mônica Leal (PP). Também prestigiaram a sessão a secretária municipal de Desenvolvimento Social adjunta, Denise Ries Russo, representando o prefeito Nelson Marchezan Junior, e o vereador Reginaldo Pujol (DEM).

Texto: Lisie Venegas (reg. prof. 13.688)
Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

Fonte: CMPA

Fotos: Ederson Nunes -CMPA

Leia Mais

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018

Sobreviventes do Holocausto celebram Chanucá pelo mundo

Em noite especial da tradicional festa das luzes, sobreviventes do genocídio homenageiam os cerca de 6 milhões de judeus...

Leia mais

07.12.2018

Bolsonaro recebe embaixador de Israel na Granja do Torto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu integrantes da sua equipe e o embaixador de Israel, Yossi Shelley, na Granja...

Leia mais

30.11.2018

Nelson Sirotsky e Letícia Wierzchowski fazem tarde de autógrafos de seu livro no auditório da FIRS

*por Marili Scliar Buchalter   No entardecer do dia 26 de novembro, no auditório da FIRS, o Departamento Cultural...

Leia mais

30.11.2018

FIRS participa da 49ª Convenção da CONIB

A Conib realizou, entre os dias de 23 a 25 de novembro em São Paulo, sua 49ª Convenção Anual, com...

Leia mais

30.11.2018