Notícias

Dez anos sem Isaac Ainhorn

10.05.2017

Por Milton Gerson – Jornal Fala Bom Fim

Pedetistas após a vitória de Alceu Collares nas eleições de 1985 à prefeitura. Aparecem, no sentido horário, o vereador Isaac Ainhorn, Braguinha, Tarzan Numer, o jornalista Políbio Braga, o vice-prefeito eleito Glênio Peres, Collares e um dos grandes vereadores que a Capital teve, João Carlos Guaragna.

Nesta edição o perfil profissional resgata a memória e presta a homenagem do Fala Bom Fim a um político que gravou o seu nome na história do bairro. Estamos falando de Isaac Ainhorn, que se elegeu sempre com um considerável apoio dessa comunidade. Isaac nasceu em 15 de julho de 1946, em um sobrado que existia no número 1008 da avenida Osvaldo Aranha. A residência, dividia o espaço com a sacaria mantida pelo pai, que com sacrifício oportunizou que o jovem judeu de família humilde estudasse e se formasse bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).

Casou com Landa Maria Lopes de Almeida Ainhorn, sobrinha do ex-presidente João Goulart, e com ela teve três filhos: Maria Daniela, Juliana e Marcos, que o fez avô de três netos: Camila, Theo e João Izidro, que ainda conheceu em vida. A carreira política começou de forma paralela a do Direito, já no movimento estudantil.

Isaac advogou, foi professor de Direito Comercial na Faculdade Ritter dos Reis e foi em 1986, que começou a sua brilhante trajetória como vereador, assumindo o mandato na condição de suplente, após o então prefeito eleito em 1985 Alceu Collares chamar vários titulares para ocupar cargos de secretários municipais.

Isaac não decepcionou os seus eleitores e rapidamente se destacou como um combativo e atuante parlamentar na luta pelos direitos dos contribuintes de porto-alegrenses e em defesa do Bom Fim e da comunidade judaica.

Essa característica marcante e forte de suas posições o fizeram ampliar o leque de ações por toda a cidade, chegando à presidência do Legislativo da capital em 1996. Por 18 anos, antes de adoecer e falecer, em novembro de 2006, Isaac marcou os seus mandatos como um parlamentar atuante e combativo na defesa do Estado de Israel, na luta contra o antissemitismo e todas as formas de racismo e preconceito.

Foi autor de mais de cem projetos, transformados em lei, e de centenas de pareceres no âmbito das comissões permanentes, tratando de temas importantes como o Plano Diretor da cidade. Também foi presidente da Sociedade Hebraica e membro do seu conselho deliberativo e encerrou a sua vida pública no exercício do cargo de secretário municipal de Planejamento, que ocupou até dias antes do seu falecimento, na manhã de 14 de novembro de 2006, vítima de complicações originadas por um tumor, contra o qual lutava desde outubro de 2005.

Fonte: Jornal Fala Bom Fim

 

Leia Mais

Comissão da Câmara dos Deputados aprova direito do aluno se ausentar de prova por motivo religioso

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta a aplicação...

Leia mais

07.12.2018

Sobreviventes do Holocausto celebram Chanucá pelo mundo

Em noite especial da tradicional festa das luzes, sobreviventes do genocídio homenageiam os cerca de 6 milhões de judeus...

Leia mais

07.12.2018

Bolsonaro recebe embaixador de Israel na Granja do Torto

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu integrantes da sua equipe e o embaixador de Israel, Yossi Shelley, na Granja...

Leia mais

30.11.2018

Nelson Sirotsky e Letícia Wierzchowski fazem tarde de autógrafos de seu livro no auditório da FIRS

*por Marili Scliar Buchalter   No entardecer do dia 26 de novembro, no auditório da FIRS, o Departamento Cultural...

Leia mais

30.11.2018

FIRS participa da 49ª Convenção da CONIB

A Conib realizou, entre os dias de 23 a 25 de novembro em São Paulo, sua 49ª Convenção Anual, com...

Leia mais

30.11.2018