Blogs

Rafael Korman

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010) e mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2015). Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Educação em Engenharia – reforma curricular do ensino de engenharia, atuando principalmente nos seguintes temas: capacitação docente, administração de projetos e educação em engenharia. É sócio fundador da Autonomia Soluções em Educação, uma organização que, desde 2011, ajuda a promover o desenvolvimento da autonomia no aprendizado, já tendo atuado em mais de 100 instituições de ensino de educação básica, públicas e privadas (acumula mais de 500 horas de atividades, voltadas a educadores, pais e alunos, com um público acumulado de cerca de 20.000 pessoas). Autor do livro “Projetos para Escolas na Prática”, atua como Gerente de Processos Organizacionais no Colégio Israelita Brasileiro de Porto Alegre.

Como você quer o seu projeto?

18.07.2016

Todo mundo se queixa de quem vem de fora e dá “pitaco” sem entender do assunto. Qualquer um é técnico de futebol, mesmo sem ter estudado pra isso: indica esquemas, escala jogadores e cria teses mirabolantes. No final, mesmo contrariado, fica feliz quando seu time vence. Qualquer um pode ser médico, também: indica remédios e conhece receitas da sua vó que curam as maiores dores. Nutricionistas, então, têm aos montes (principalmente às segundas-feiras). Acho que toda profissão tem um pouco disso. Estar do outro lado, porém, é, no mínimo, “irritante”. Você estuda um tema e vem lá uma pessoa leiga querendo dizer como é que as coisas deveriam ser! Sabe aquele restaurante novo que abriu? Deveria ter mais mesas. E tem poucos garçons, também. Ah, é? Vai lá e faz, então! Sabe quanto custa tudo isso? Sabe quanto tempo demora só para abrir uma empresa? É fácil falar. Com a elaboração de um projeto é a mesma história.

Recentemente encontrei na internet uma imagem que sintetiza bem o que se pensa sobre fazer projetos. O sonho é ter um projeto rápido, de qualidade e barato – ou, até, grátis. A figura aponta, na intersecção entre as possibilidades, o resultado provável: rápido, barato e de qualidade? Utopia! Rápido, grátis e de qualidade? Não existe! Grátis e de qualidade? Faça você! E assim por diante. (Veja todos os cruzamentos na figura).

(Im)possibilidades na elaboração de um projeto

(Im)possibilidades na elaboração de um projeto

Assim como existe ciência por trás da nutrição, da medicina – e, sim, com toda a certeza, do futebol – há também técnica para desenvolver e gerir projetos. Existem disciplinas em faculdades e, inclusive, pós-graduações inteiras só sobre o assunto. No mínimo, vamos admitir, deve ser um assunto “complexo”.

Temos diversas ideias de projeto na nossa comunidade. Algumas dão certo, outras nem tanto. Será que as que dão certo tem alguma ciência como suporte, ou é apenas sorte? Ou têm muito dinheiro? O que é um projeto de sucesso? Para quem são os projetos? Que objetivo têm? Se não temos as respostas, talvez esteja na hora de procurá-las. Ou, de fazer as perguntas certas.

Deixe um Comentário

Outros Artigos de Rafael Korman

Olhar pro céu

22.07.2016

O céu costuma ser um lugar bem procurado para encontrar as mais diversas respostas da vida. Quando estamos fragilizados...

Comunidade é o que está dentro de nós

08.07.2016

Não se pode dizer que, de uma hora para outra, caí de paraquedas nesse blog. Há doze anos, desde...