Notícias

Começou a Festa das Luzes para a comunidade judaica

15.12.2017

A comunidade judaica celebrou ontem, no final da tarde, mais um acendimento das velas de Chanukiá gigante – um candelabro com oito braços que, este ano, ocorreu no Shopping Iguatemi. A solenidade faz parte das festividades de Chanucá – “Festas das Luzes”, comemorada entre os dias 12 e 19 de dezembro em 2017. Na ocasião, o presidente da Federação Israelita do RS (FIRS) lembrou dos diversos povos que ainda sofrem com o preconceito e perseguições, além de reforçar a mensagem da passagem de Chanucá. “Comemoramos essa data porque ela marca a preservação dos valores e da liberdade”.

O rabino Mendel Liberow mandou uma mensagem de paz para esta época, desejando que toda a sociedade possa acender a sua vela para afastar a escuridão e os atos de violência contra a humanidade. O acendimento das velas prossegue até o dia 19 de dezembro.

Chanucá

Este período celebra a resistência do povo judeu em, aproximadamente há 2200 anos, aceitar a coerção religiosa imposta pelos antigos gregos e a vitória dos Macabeus – grupo de resistência judaica – que expulsaram o inimigo de Jerusalém e reconquistaram o Templo Sagrado. A palavra Chanucá, em hebraico, significa inauguração; refere-se à consequente reinauguração do Grande Templo de Jerusalém. Era necessário, naquele momento, reacender a Menorá (candelabro), símbolo da luz espiritual de Israel.

Mas, para acender a Menorá só havia um único frasco pequeno, de azeite puro, que duraria apenas um dia. Milagrosamente, sua chama permaneceu acesa durante oito dias, tempo suficiente para a produção do novo azeite. Para lembrar o milagre do azeite, habitualmente come-se comida cozida com o óleo em abundancia, como os sonhos, pastéis e batatas fritas.

 Desde a histórica vitória, os judeus celebram Chanucá durante oito dias e, ano após ano, à época de Chanucá, luzes são acesas em todos os lares judaicos, para celebrar os acontecimentos daqueles dias, iluminados por esta mensagem eterna: “a luz espiritual de Israel nunca será apagada”.

Leia Mais

Exodus 1947 – episódio símbolo da luta dos refugiados judeus faz 71 anos

Há exatos 71 anos, em 18 de julho de 1947, um navio danificado chegava a Haifa, rebocado pela marinha...

Leia mais

20.07.2018

Aparelho israelense promete medir gravidade de quadro médico em emergência em apenas 1 minuto

Qual paciente deve ser tratado com prioridade em situações de emergência, como em um ataque terrorista ou tragédia natural?...

Leia mais

20.07.2018

Instituto Brasil-Israel entrevista o jornalista Ariel Palacios sobre os 24 anos do atentado à AMIA

Hoje, 18/07, faz 24 anos que ocorreu o atentato à Amia – Associação Mutual Israelita Argentina. É considerado o...

Leia mais

20.07.2018

Atentado à Amia completa 24 anos sem nenhum condenado

Às 9h53min desta quinta-feira dia 18 de julho, horário em que, há 24 anos, ocorreu a explosão da bomba...

Leia mais

20.07.2018

Campanha de respeito às religiões será veiculada na mídia regional

O Coordenador da Comissão de Direitos Humanos da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul, Dr. Jorge...

Leia mais

13.07.2018